Ferrovias, História

Saiba tudo sobre a primeira ferrovia do brasil

Você sabe qual foi a primeira ferrovia do Brasil? Bom, estamos aqui exatamente para elucidar você sobre essa dúvida histórica, trazendo um artigo totalmente dinâmico sobre como a primeira estrada de ferro brasileira surgiu, como ela se desenvolveu, por que ela era necessária, como ela está nos dias atuais e muito mais. Fique conosco e confira!

Contexto histórico

Contexto histórico

Assim como a Revolução Industrial, que trouxe uma nova dinâmica para a produção nos países e que ocorreu primeiramente na Inglaterra, as ferrovias também tiveram suas primeiras construções realizadas em solo inglês.

Com o sucesso das ferrovias inglesas, tanto para o transporte de cargas como de passageiros, em meados de 1830, outros países perceberam nesse modelo uma solução importante que poderia modificar a forma de abastecimento de mercadorias, além de proporcionar a locomoção mais rápida de pessoas entre as cidades.

Antes dos trens, que se moviam nas ferrovias, os transportes eram movidos por tração animal. Com a criação das primeiras locomotivas a vapor, o transporte se tornou mais ágil, melhorando a logística de movimentação de  produtos e pessoas.

Estrada de Ferro Mauá

Estrada de Ferro Mauá

A primeira ferrovia do Brasil foi construída ainda no século XIX, quando o país vivia o regime imperial. Durante esse período, o projeto que teve sucesso foi aquele responsável pela construção da Estrada de Ferro Mauá, no estado do Rio de Janeiro, que, na época, era a capital do país.

O principal responsável pela construção da primeira ferrovia do Brasil foi Irineu Evangelista de Sousa, também conhecido como Barão de Mauá. Ele foi um grande empresário, industrial, banqueiro e investidor brasileiro, e teve papel primordial para investir e explorar a ideia da construção da Estrada de Ferro Mauá, que leva, inclusive, a alcunha concedida posteriormente a ele, no nome da ferrovia.

Dessa forma, a Estrada de Ferro Mauá, a primeira ferrovia do Brasil, foi inaugurada por Irineu, juntamente com o apoio do Imperador Dom Pedro II, em 30 de abril de 1854.

Motivações

Motivações

Motivos não faltavam para que a primeira ferrovia do Brasil fosse construída ainda no século XIX. Logo após as primeiras construções se espalharem pelas principais nações do mundo, principalmente pela Europa, o Brasil precisava se adaptar a essas novas mudanças para atingir patamares semelhantes aos dos países de primeiro mundo.

Claro, um país como o Brasil, de dimensões continentais, precisava, na época, de inúmeras ferrovias para ocupar todo o território nacional, mas era fundamental dar o primeiro passo e, por isso, a construção da Estrada de Ferro Mauá, a primeira ferrovia do Brasil, foi tão importante.

No século XIX, em que o país ainda vivia um regime imperial, que começava a perder algumas forças importantes, o desenvolvimento produtivo interno, a exportação e a importação eram primordiais para que a base do sistema fosse mantida.

Na época, o Brasil era um dos principais produtores de café do mundo. Além disso, exportava e importava itens com frequência, através da grande frota de navios que embarcavam constantemente, vindos principalmente de Portugal.

Visando explorar e melhorar ainda mais a produção cafeeira, foi necessário que o país se adaptasse às demandas modernas, e a melhor forma de aprimorar o abastecimento desse produto, bem como aumentar o fluxo de pessoas entre os municípios, era através da construção da primeira ferrovia do Brasil, a Estrada de Ferro Mauá.

Posteriormente, foram surgindo novas ferrovias, já que a ferrovia carioca se mostrou bastante eficaz para o aumento da produtividade e da comercialização do café e de outros produtos.

Trajeto da primeira ferrovia do Brasil

Trajeto da primeira ferrovia do Brasil

Inaugurada em 30 de abril de 1854, a primeira ferrovia do Brasil possuía um trajeto de, aproximadamente, 14,5 km de extensão. 

Seu trecho inicial ligava o Porto de Mauá a Fragoso (RJ), que atualmente é um bairro do município de Magé. 

A principal função da ferrovia, com esse trajeto principal, era abastecer os trens com as cargas vindas das embarcações, levando-as até os municípios que cobriam o trajeto da ferrovia. 

Algum tempo depois, o trajeto inicial foi aumentando, passando dos 15 km de extensão. 

Importância da primeira ferrovia do Brasil

Importância da primeira ferrovia do Brasil

Todo tipo de novidade que surge em uma certa região ou país, sempre tem uma grande importância, essencialmente quando ela apresenta soluções importantes para o desenvolvimento local. No caso da Estrada de Ferro Mauá, a primeira ferrovia do Brasil, isso não foi diferente.

Construir a primeira ferrovia do Brasil foi um passo fundamental para que o país ampliasse as formas de escoamento de mercadorias, melhorando a qualidade das entregas, das exportações e  do abastecimento através das importações. 

Com a Estrada de Ferro Mauá se apresentando como uma novidade interessante e dando resultados satisfatórios, novas empresas e empresários passaram a investir nesse setor, levando novas ferrovias para diversos municípios, estados e regiões do Brasil, ampliando a conexão entre os municípios, melhorando o escoamento de produtos e aumentando o fluxo de pessoas. 

Declínio da primeira ferrovia do Brasil

Declínio da primeira ferrovia do Brasil

Durante pouco mais de 30 anos, a Estrada de Ferro Mauá, a primeira ferrovia do Brasil, foi uma importante estrada de ferro do país, principalmente por estar localizada na capital do país.

Com o passar do tempo, os domínios empresariais que controlavam essa ferrovia perderam força, juntamente com o declínio do grande idealizador da ferrovia, Irineu Evangelista de Souza, o Barão de Mauá. Com isso, em 1883, o comando da Estrada de Ferro Mauá saiu da empresa de Irineu, a Imperial Companhia de Navegação a Vapor e Estrada de Ferro de Petrópolis, e os ativos passaram a ser controlados pela Companhia Estrada de Ferro Príncipe do Grão Pará.

Com esse processo, a Estrada de Ferro Mauá perdeu o seu nome. Nos anos seguintes ela sofreu outras modificações e passou pelas mãos de outras empresas. Dessa maneira, a tradição da ferrovia  perdeu força e fez com que ela entrasse em declínio.

No século XX, diversos trechos da antiga Estrada de Ferro Mauá, a primeira ferrovia do Brasil, começaram a ser suprimidos ou desativados. Além disso, a ferrovia não recebia mais investimentos para que fosse possível realizar uma revitalização, fazendo com que ela fosse esquecida.

Situação atual

Situação atual

Assim como uma grande parte da malha ferroviária nacional, a primeira ferrovia do Brasil não teve tempos tranquilos no século XX, culminando na situação atual. 

Com o grande investimento feito nas rodovias, as ferrovias acabaram perdendo força, e muitas linhas foram sucateadas e abandonadas. A Estrada de Ferro Mauá, que já não levava mais esse nome, foi uma das linhas que acabou sendo abandonada.

Atualmente, grande parte da linha está completamente abandonada, ficando praticamente inviável de se movimentar pelas redondezas das estações, já que o mato e a grande quantidade de asfalto encobre os vestígios históricos da linha.

Apenas no município de Magé, que foi onde a linha se iniciou, é que ainda há uma preservação histórica interessante, sendo a estação um dos principais pontos turísticos do município.

Dentre todos os trechos e trajetos da linha, apenas um está ativo, a Linha Vila Inhomirim, que faz parte da frota de trens de passageiros do Rio de Janeiro, controlado pela empresa Supervia.

Nos últimos anos, governantes do estado entraram em discussão para tratar uma possível revitalização da Estrada de Ferro Mauá, seja para um possível ponto turístico, como para viagens curtas de passageiros. Até o momento, nada foi efetivamente trabalhado nesse sentido. 

Conclusão

A primeira ferrovia do Brasil, a Estrada de Ferro Mauá, foi de extrema importância para que o setor ferroviário ganhasse destaque no país, incentivando empresas a investirem na construção de novas ferrovias. Além disso, teve papel de destaque na metade do século XIX, ajudando a desenvolver pequenos municípios do Rio de Janeiro e ampliando a economia do país, pois facilitava o acesso aos portos e aprimorava a exportação e importação de insumos. Infelizmente, assim como uma boa parte da linha ferroviária nacional, a Estrada de Ferro Mauá entrou em declínio e, atualmente, poucos pontos históricos dessa via férrea ainda têm função prática onde estão inseridos.

Fontes:

https://www.imam.com.br/logistica/noticias/armazenagem/3341-fora-dos-trilhos-da-competitividade#:~:text=Mas%20a%20primeira%20ferrovia%20no,Rio%20de%20Janeiro%20a%20Petr%C3%B3polis.

https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/ferrovia.htm

https://portogente.com.br/portopedia/109992-ferrovias-brasileiras-conheca-fatos-historicos-curiosos#:~:text=A%20Estrada%20de%20Ferro%20Mau%C3%A1,passava%20para%20o%20transporte%20ferrovi%C3%A1rio.

https://www.terra.com.br/noticias/educacao/historia/o-barao-de-maua-e-sua-estrada-de-ferro,4a1fa96138533410VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html

http://estradas-ferro.blogspot.com/p/blog-page.html

https://www.preparaenem.com/historia-do-brasil/a-primeira-estrada-ferro-brasil.htm
https://noticiando.net/primeira-estrada-de-ferro-do-brasil/

https://www.preparaenem.com/historia-do-brasil/a-primeira-estrada-ferro-brasil.htm

Deixe seucomentário

pt_BR
en_US es_ES pt_BR