Malha ferroviária, Setor Ferroviário

Transporte ferroviário no brasil vantagens e desvantagens

O transporte de cargas pela malha ferroviária tem aumentado ano após ano no Brasil desde 1996, quando as ferrovias foram concedidas à iniciativa privada. Com isso, surge o questionamento sobre o transporte ferroviário no Brasil, vantagens e desvantagens e como ele pode ajudar no escoamento da produção brasileira, seja para o mercado interno ou externo. 

Atualmente, ainda cerca de 75% das mercadorias produzidas em solo brasileiro são transportadas pela malha rodoviária, enquanto apenas 5,4% circulam pelas ferrovias. Mesmo assim, é possível de se notar um crescimento do uso da malha ferroviária brasileira nas últimas décadas. De 1997 a 2018, segundo dados da ANTF (Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários), existiu um aumento de 125% no número do transporte de cargas. 

Além disso, também existiu um grande investimento privado nesse setor durante esse período, com um valor total de 107 bilhões, se atualizados para 2018 com base no IPCA. Diante desse cenário, siga com a leitura e conheça sobre o transporte ferroviário no Brasil vantagens e desvantagens. 

Vantagens das ferrovias 

Vantagens das ferrovias

Pouco explorado no Brasil, as ferrovias conseguem agregar em diversos aspectos quando pensamos o transporte de cargas em grande quantidade e em longas distâncias. Esse é um aspecto de extrema importância para um país como o nosso, que apresenta proporções de um continente. Assim, veja a seguir as vantagens das ferrovias:  

Maior competitividade

Maior competitividade

Quantas toneladas um caminhão pode transportar de uma única vez? Um pouco mais de 70 toneladas se considerarmos um veículo Extra Pesado com o seu limite máximo de 9 eixos. Dessa forma, mesmo considerando os maiores caminhões disponíveis, eles não chegam a capacidade básica de apenas um vagão de transporte de carga.

As linhas mais modernas que estão sendo desenvolvidas e implantadas nas ferrovias conseguem suportar até 30 toneladas por eixo, fazendo com que os vagões mais resistentes, dependendo da carga, transportem 120 toneladas de uma única vez. Em todo caso, algumas linhas admitem uma circulação de apenas 20 toneladas por eixo, limitando o transporte a 80 toneladas por vagão.

Compreenda que os valores mencionados são para apenas um vagão, podendo ser multiplicado com a utilização de mais vagões. Assim, se ganha em tempo no transporte, já que não é preciso fazer um trajeto várias vezes e também se diminui o gasto com frete, uma vez que com apenas um trem de carga é possível transportar milhares de toneladas, não necessitando de diversos caminhões. 

Diminuição do gargalo logístico

O escoamento da produção, seja para o mercado internacional ou para o consumo interno, pode ser considerado um dos maiores limitadores do transporte brasileiro. No entanto, o transporte ferroviário no Brasil com vantagens e desvantagens se apresenta com uma boa alternativa para solucionar esse problema. 

O transporte em alta quantidade e custo baixo acaba diminuindo os gastos e fazendo com que a lucratividade dos produtores, sejam eles industriais ou agrícolas, seja maior. Além disso, também não se enfrenta o trânsito e a má conservação das estradas, como no transporte rodoviário, aumentando a velocidade do transporte.  

Maior proteção das cargas transportadas

Maior proteção das cargas transportadas

A segurança é um fator a ser considerado quando tratamos do transporte ferroviário no Brasil. Nesse caso, as cargas transportadas pelas ferrovias estão mais seguras do que em comparação com os materiais transportados pelas rodovias, apresentando um percentual de roubos ou acidentes muito menor. 

Acidentes também são menos comuns nesse modal. Isso porque, geralmente, os vagões são pesados antes de qualquer transporte, evitando que ocorra possíveis descarrilamentos e tombamento, por exemplo. Para saber mais sobre a pesagem dos vagões e a sua importância, basta clicar aqui

Econômico e rápido  

Econômico e rápido

Como foi mencionado anteriormente, o transporte ferroviário apresenta um baixo custo de transporte se em comparação com as rodovias, por exemplo. Essa diminuição acontece, pois o consumo de energia nesse modal é pequeno para cada uma das cargas que são transportadas.

Além disso, existem modalidades desse modal de transporte que permitem viagens rápidas, como os comboios de alta velocidade. Essa possibilidade é de extrema importância para transportes de curta distância, por exemplo, que necessitam que as cargas sejam entregues com a maior rapidez possível.   

Menor impacto ambiental

Menor impacto ambiental

Outra vantagem do transporte ferroviário é relacionada ao meio ambiente e ao impacto do modal no quesito ecossistêmico. A locomoção pelas linhas férreas reduz o impacto ambiental por consumir menos recursos e ser menos poluente quando comparado com o transporte por outros modais. 

Esse aspecto é de extrema importância para qualquer setor, já que os fatores ambientais são capazes de afetar as produções, sejam elas industriais ou agrícolas. 

Desvantagens das ferrovias 

Desvantagens das ferrovias

Mesmo com diversos benefícios, o transporte ferroviário também apresenta algumas desvantagens que devem ser mencionadas. Sendo assim, veja abaixo uma relação com esses aspectos: 

  • Rotas fixas – Ao contrário do que ocorre nas rodovias, através das ferrovias não se pode improvisar um caminho para se chegar ao destino final, tendo que seguir pela mesma rota. Assim, no caso de algum incidente envolvendo a linha férrea, por exemplo, fica impossibilitado a continuação do transporte. Além disso, as rotas fixas obrigam que o embarque e desembarque dos materiais ou passageiros sejam sempre nos mesmos locais, o que em caso de algum tipo de problema também pode inviabilizar a locomoção. 
  • Auxílio de outros modais – Em conjunto com o fato de possuir rotas fixas, surge também o fato de o transporte ferroviário no Brasil necessitar, algumas vezes, de outro modal para que seja feita a entrega da carga ao destinatário final. Isso porque em diversas localidades a infraestrutura ferroviária não chega em determinados pontos, fazendo com que o transporte seja finalizado pelas rodovias, por exemplo. 
  • Falta de investimento estatal – Apesar da recente iniciativa do Governo Federal de direcionar recursos para as ferrovias, a história desse modal no país mostra que não é bem assim que normalmente acontece. Desde a década de 1950, o transporte ferroviário no Brasil vantagens e desvantagens foi deixando de lado em relação ao desenvolvimento do modal rodoviário, causando atrasos e abandono em diversas linhas férreas.  

Conclusão de transporte ferroviário no brasil vantagens e desvantagens 

De uma forma geral, ao tratar sobre o transporte ferroviário no Brasil vantagens e desvantagens, percebemos que com o investimento adequado, esse modal pode se tornar a principal matriz de transporte do país, agregando em qualidade e segurança nas locomoções. Para saber mais sobre o transporte ferroviário, basta clicar aqui e acompanhar o nosso blog. 

Deixe seucomentário

pt_BR
en_US es_ES pt_BR