Setor Ferroviário

A tecnologia embarcada e suas aplicações nas inovações ferroviárias

O constante avanço tecnológico impacta diretamente todos os setores, de diferentes maneiras. Apesar de não ser um termo tão conhecido pelos brasileiros, a tecnologia embarcada, uma das mais importantes para os setores de transporte, por exemplo, está presente diariamente nas nossas vidas.

A tecnologia embarcada é um dos avanços tecnológicos que serve como solução em diversas aplicações que não necessitam da interação humana, e que podem ser facilmente utilizadas em sistemas mais robustos, como veículos em geral e aplicações ferroviárias. 

Na sequência, veremos tudo sobre esse tipo de tecnologia, como ela funciona, quais são suas principais aplicações e soluções, e como ela se encaixa nas mudanças ocorridas dentro do setor ferroviário.

Contexto da ferrovia 4.0

tecnologia no setor ferroviário

Já é sabido que diversas tecnologias vêm sendo desenvolvidas em diferentes setores para trazer soluções para problemas práticos, automatizando os processos e trazendo maior precisão para esses segmentos.

No setor ferroviário, por exemplo, essas tecnologias são cada vez mais fundamentais, pois possibilita que as ferrovias aprimorem seu funcionamento, acelerando as viagens e qualificando o carregamento e descarregamento de cargas, pesagem dos vagões, entre outras práticas.

É nesse sentido que o termo ferrovia 4.0, que se associa muito ao conceito de indústria 4.0, vem sendo discutido e aprimorado. De modo geral, essencialmente na indústria 4.0, esse conceito se refere a aplicações e criações de sistemas tecnológicos que automatizam os processos, fazendo com que os setores possam realizar operações complexas de forma automática, sem a necessidade da presença de um operador, por exemplo.

Nas ferrovias podemos encontrar alguns exemplos dessas tecnologias, entendendo como as ferramentas desenvolvidas transformam constantemente o setor ferroviário. As balanças ferroviárias são exemplos das aplicações da ferrovia 4.0. 

A partir de um sistema complexo e automatizado, as balanças, essencialmente as dinâmicas da Massa, permitem que os vagões sejam pesados com o trem em movimento. Conforme o vagão “passa por cima” das balanças, os dados sobre o peso da carga são gerados automaticamente e enviados até uma central de controle. Essa tecnologia aumentou a precisão das pesagens e a velocidade de como esse processo é realizado. 

A tecnologia embarcada, como veremos mais à frente, se encaixa nesse conceito, justamente por se tratar de novas aplicações tecnológicas com o objetivo de automatizar e potencializar os sistemas aplicados nesse setor tão importante para a logística do Brasil e das principais potências do mundo. 

O que é a tecnologia embarcada? 

componentes eletrônicos

Como dissemos, a tecnologia embarcada está muito presente no dia a dia das pessoas. De modo geral, esse tipo de tecnologia diz respeito a microprocessadores que executam tarefas específicas para as quais foram programados. Isso pode ser observado em dispositivos cotidianos, como relógios, celulares e eletrodomésticos, por exemplo.

Ou seja, a tecnologia embarcada é, de fato, um sistema responsável por transmitir informações dentro de um circuito. Normalmente, os microprocessadores, que também são conhecidos como “chips”, são responsáveis por executar operações automatizadas, em poucos segundos, sendo considerado o “cérebro” do computador.

Nesse sentido, os chips atuam como microcontroladores de tamanho pequeno, que podem ser encapsulados para aumentar sua proteção. Por isso, podem ser adicionados facilmente dentro de um hardware. Esse microcontrolador pode ser responsável por realizar cálculos, armazenar dados, transmitir informações, efetuar tarefas instantâneas, entre outros.

Entretanto, vale ressaltar que essa tecnologia possui função específica dentro de um sistema: realizar a tarefa para a qual foi programada. Ou seja, apesar de ser uma parte inteligente dentro do computador, ele é programado para executar determinadas ações, que não podem ser alteradas. 

Essa tecnologia embarcada possui algumas características bastante particulares, sendo que a principal delas é o seu tamanho. Como ele deve ser integrado a um dispositivo, como celulares, termômetros digitais, sistemas de ar condicionado, entre outros, ele acaba sendo pequeno, ocupando menos espaço.

 Soluções com inovação embarcada

ferrovias com tecnologia embarcada

Além de possuir aplicações cotidianas, a tecnologia embarcada também proporciona diferentes soluções para o setor de transporte, tanto nas ferrovias, tanto de cargas como de transporte de pessoas, como nos transportes coletivos rodoviários, por exemplo. 

É possível identificar sistemas embarcados em Bilhetagem Eletrônica, Biometria Facial, por exemplo, acelerando o embarque e acomodação dos passageiros no dia a dia. 

No setor ferroviário também é possível encontrar esse tipo de tecnologia, como nos identificadores de vagões e sistemas de sinalização ferroviária que, atualmente, já utilizam esses sistemas para otimizar os processos e o tempo das operações. 

Na contagem de eixos dos vagões, por exemplo, a tecnologia embarcada está muito presente. São 4 tipos principais de contadores de eixos: Fibra óptica, Contadores indutivos, Piso elétrico (Kistler) e Contato seco. Os eixos possuem a função de distribuir as cargas que atuam contra a superfície dos trilhos e permitir o deslocamento.

A contagem de eixos é fundamental na construção de sistemas que reconhecem as posições dos diversos carros que operam sobre a ferrovia, permitindo que os operadores efetuem as operações necessárias na via, como carregamento e descarregamento dos vagões

Os contadores de eixos contam com sistema da Massa de tecnologia embarcada, que possibilita a geração de dados e informações automáticas, facilitando esses processos. 

A tecnologia embarcada e o monitoramento inteligente:

Como os dispositivos usados são programáveis para executar determinadas tarefas, é possível que dados sejam armazenados e coletados de forma precisa e rápida, permitindo o monitoramento inteligente de determinados processos para os quais a tecnologia embarcada seja aplicada.

Nos metrôs, por exemplo, a tecnologia embarcada é trabalhada para aprimorar a experiência do passageiro nos trens, garantindo maior segurança através de um monitoramento inteligente. 

Dados sobre pesquisas de origem e destino entre estações, informações sobre o diagnóstico de sistemas embarcados no trem, bem como outros dados relevantes, estão sendo trabalhados através da tecnologia embarcada presente nos Smartphones dos usuários desse tipo de transporte. 

Conclusão

Como vimos, a tecnologia embarcada é uma das principais fontes tecnológicas atuais, presentes na vida das pessoas e também muito utilizada em setores produtivos e logísticos. Nas ferrovias, por exemplo, esse tipo de tecnologia tem grande impacto, como no funcionamento das balanças ferroviárias, contagem de eixos e aprimoramento da experiência dos passageiros nos trens. 

Fontes:

Deixe seucomentário

pt_BR
en_US es_ES pt_BR