Malha ferroviária, Setor Ferroviário

Malha ferroviária da Europa: Como é composta.

Como é de conhecimento geral, a Europa é o continente mais desenvolvido do mundo. A composição do continente é formada por 50 países, 250 mil km de malha ferroviária da europa, com uma extensão territorial num total de 10.180.000 km² e uma população de mais de 710 milhões. É um dos continentes que contém mais países que, por conta da extensão menor que a dos outros continentes, ficam relativamente “espremidos”, fazendo com que a distância entre um país do extremo leste do continente não fique tão distante do extremo oeste.

Essa proximidade entre as nações possibilita que as viagens sejam encurtadas e que possam ser realizadas por modais diferentes do aéreo. O principal modal que permite o transporte de cargas dentro dos países europeus e também de um país para o outro é a ferrovia. A malha ferroviária da europa é um dos principais destaques do continente, visto que são mais de 250 mil km de malha ferroviária da europa, ligando mais de 20 países. Além das viagens entre os países vizinhos, o setor ferroviário é fundamental também para a movimentação interna e para o transporte de cargas.

Mundialmente, a Europa é conhecida pela potência no setor ferroviário, que possibilita a movimentação entre países com maior facilidade. Guias turísticos, por exemplo, sempre mostram a malha ferroviária da europa que permite o trânsito constante entre nações vizinhas. Obviamente, existem diversos pontos de conexões que estão espalhados pelos diversos países europeus. Para ter um maior conhecimento sobre a malha ferroviária da europa, confira no mapa a seguir a dimensão e as rotas turísticas!

malha ferroviária da europa


Assim com no Brasil, o setor rodoviário ainda é predominante nos países europeus, principalmente no transporte de cargas e mercadorias. Mas, é inegável a importância do setor ferroviário para diversas áreas de desenvolvimento dos países do velho continente. Além de promover uma maior integração entre as nações, as ferrovias possibilitam maior versatilidade no comércio, aumentando o fluxo de mercadorias de exportação entre os países. Se pensarmos que, o Brasil, por exemplo, precisa de um custo muito elevado para importar e exportar produtos para as principais nações do mundo e, que muitas delas estão na Europa, a expansão da malha ferroviária da europa permite que essa troca comercial seja feita de maneira mais prática e com custos logísticos muito menores. Por fim, o sistema ferroviário que integra os países europeus é um excelente atrativo para o turismo, principalmente pela facilidade que os turistas têm em conhecer diversas regiões por meio das viagens pelas ferrovias. 

Estatísticas da malha ferroviária da europa.

Estatísticas da malha ferroviária da europa.

Para exemplificar mais precisamente, nada melhor do que apresentar alguns números importantes, que mostram efetivamente a dimensão e a importância que a malha ferroviária da europa tem para os países do continente, tanto em relação ao transporte de pessoas como ao de cargas.

A Europa é o continente mais desenvolvido do mundo. Se observarmos a lista que mede o Índice de desenvolvimento Humano (IDH), construída e elaborada pelo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), notamos que, entre os dez primeiros colocados que apresentam os melhores índices, sete países são europeus, sendo eles: Noruega, Suiça, Irlanda, Alemanhã, Islândia, Suécia e Holanda.

Por conta da pouca extensão dos países mencionados, bem como da maior parte dos demais países do continente Europeu, menos extenso que importantes nações globais, é compreensível que o tamanho da malha ferroviária da europa, quando falamos das linhas individuais de cada país, se estendam a mais de uma nação. Mesmo não representando as maiores malhas em quilometragem, quando observamos o ranking elaborado pelo serviço de inteligência dos Estados Unidos da América, país com maior extensão em linhas ferroviárias do mundo, vemos que alguns países do continente ocupam posições importantes no ranking sobre as extensões férreas. Montamos uma lista com as nações europeias melhores colocadas no ranking, juntamente da extensão de suas malhas ferroviárias. 

  • Terceiro lugar: Rússia – 87,157km;
  • Sexto lugar: Alemanha – 43,468km;
  • Décimo lugar: França – 29,640km;
  • Décimo segundo lugar: Itália – 24,179 km

A união europeia, principal organização de nações do continente europeu, é uma instituição que visa regulamentar e operar as transações, comércio e movimentação entre os países pertencentes à União. Atualmente, há 27 países que englobam a organização, sendo alguns deles os mais importantes para a atividade econômica do país, como Alemanha, França, Itália, Bélgica, Espanha e Portugal. 

Se levarmos em conta a malha ferroviária da europa que engloba apenas os países da União Europeia, podemos apresentar mais alguns dados relevantes. Dos mais de 250 mil km de malha ferroviária da europa, uma totalidade de 210 mil km pertencem aos países da União. Um dos principais destaque das ferrovias europeias pertencentes a países da União Europeia é que os trens atingem altas velocidades, chegando a 320 km/h, o que facilita o transporte de cargas e também a movimentação das pessoas entre os países. 

Mudanças estruturais

Mudanças estruturais

Notoriamente, assim como em todas as regiões do mundo, o sistema rodoviário abrange as principais quantidades de cargas transportadas nos países europeus. Mas, cada vez mais a União Europeia e os países que não englobam a organização estão buscando soluções para ampliar as malhas ferroviárias da europa, principalmente por questões logísticas e pelos pontos importantes relacionados à sustentabilidade, já que existe a busca pela diminuição de emissão de gás carbônico, abundante nos veículos automotores rodoviários.

Justamente por isso, recentemente os países europeus chegaram em acordos econômicos para que fossem investidos mais de R$100 bilhões, até o ano de 2050, no aumento da expansão da malha ferroviária da europa. O objetivo principal desses investimentos é atingir índices favoráveis de diminuição de emissão do CO² e, principalmente, da distância entre os setores ferroviários e rodoviários do continente. Como o setor ferroviário apresenta diversas vantagens em relação ao principal modal concorrente, os recursos para o crescimento do setor buscam, ao longo prazo, que o setor ferroviário se torne o setor mais importante de transporte de pessoas e de cargas.

Conclusão

Como vimos, a malha ferroviária da europa é super importante por diversas razões, tanto econômicas como sociais. Investir nesse setor vem se tornando cada vez mais comum nos países mais desenvolvidos e, na Europa, não é diferente. O crescimento se torna mais essencial com o passar do tempo, visto que os trens são extremamente mais sustentáveis que os veículos automotivos, possibilitando viagens mais rápidas e ágeis, permitindo que o escoamento de cargas para os portos sejam mais efetivos. Portanto, podemos concluir que a malha ferroviária da europa tem suma importância para o desenvolvimento dos países europeus, que atualmente são os principais países em desenvolvimento humano do mundo, e que o setor ferroviário tem muito impacto nessa questão, podendo melhorar ainda mais.
Quer saber mais sobre o setor ferroviário? Então acesse nosso blog.

Fontes: https://portogente.com.br/artigos/22034-os-numeros-do-transporte-ferroviario-de-carga-na-uniao-europeia#:~:text=Os%20n%C3%BAmeros%20do%20transporte%20ferrovi%C3%A1rio%20de%20carga%20na%20Uni%C3%A3o%20Europ%C3%A9ia,-Categoria%3A%20Artigos%2009&text=A%20extens%C3%A3o%20total%20das%20ferrovias,Fran%C3%A7a%2C%20respons%C3%A1vel%20por%2030.880%20km.

https://brainly.com.br/tarefa/22720935#:~:text=A%20vasta%20rede%20ferrovi%C3%A1ria%20da,v%C3%A1rias%20na%C3%A7%C3%B5es%20pertencentes%20ao%20bloco.

http://www.vale.com/brasil/PT/aboutvale/news/Paginas/qual-a-importancia-das-ferrovias-para-o-desenvolvimento-socioeconomico-de-um-pais.aspx

https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/paises-da-europa.htm#:~:text=A%20Europa%20%C3%A9%20formada%20por,aproximadamente%200%2C44%20km2.

https://exame.com/mundo/os-paises-mais-e-menos-desenvolvidos-do-mundo-em-2019/

Deixe seucomentário

pt_BR
en_US es_ES pt_BR