Logística

Infraestrutura logística brasileira: como é e o que deve ser melhorado


Rotatividade de cargas, abastecimento de estados e municípios, escoamento para os portos e aumento da produção são serviços totalmente dependentes da infraestrutura logística, principalmente ferroviário e rodoviário. Por meio da movimentação de trens e caminhões os itens produzidos nas indústrias, os minerais extraídos das minas e qualquer tipo de elemento importante para a economia das regiões brasileiras chegam até os seus respectivos destinos.

Mas, para que o transporte seja efetivo, rápido e possa atender uma grande demanda, é fundamental que a Infraestrutura logística seja a melhor possível. A Infraestrutura logística é a parte responsável por diversas etapas de escoamento e é essencial em diversos aspectos, como a situação das vias de transporte (rodovias e ferrovias), a qualidade dos veículos de transporte, a organização das rotas, os tipos de cargas que serão transportados e muito mais.

O Brasil é um país bem extenso, com mais de 8 milhões de km², sendo a quinta maior nação do mundo em extensão territorial. O país é dividido em 26 estados, mais o Distrito Federal. Além disso, são cinco regiões que abrigam esses estados, separadas de acordo com suas características físicas, localização, clima e temperatura.

Por conta dessa enorme extensão territorial, o que aumenta a distância de um estado para o outro, a Infraestrutura logística é ainda mais importante, embora, ao mesmo tempo, apresente dificuldades de alcançar o modelo ideal no Brasil. Uma boa Infraestrutura logística diminui dificuldades referentes às longas distâncias que precisam ser percorridas pelos veículos de transporte. 

Infraestrutura logística

Maior competitividade

Como dissemos, os setores ferroviários e rodoviários são os principais segmentos de transporte de cargas, nacionalmente falando. Para explicar melhor como está atualmente a Infraestrutura logística desses dois setores, precisamos falar um pouco de cada um individualmente.

Primeiro, abordaremos o modal rodoviário, que é o meio de transporte mais utilizado no Brasil, principalmente no transporte de cargas. De acordo com dados recentes da Confederação Nacional da Transporte (CNT), mais de 60% das cargas movimentadas em todo o país passam pelas rodovias. Esse número mostra a predominância do setor em relação ao “concorrente”, o que o torna o principal modal de transporte nacional.

Em relação ao setor ferroviário, a confederação aponta que em 2018 o setor movimentou 500 milhões de toneladas úteis, aumentando o percentual de movimentação em 5,4% em comparação ao ano anterior. Esse número parece significativo, mas é muito abaixo do que poderia ser.

Se pensarmos que o setor ferroviário, que não é o setor predominante em transporte de cargas do país, atingiu esses números, podemos entender que esse é um fator positivo. Mas, esse pensamento pode ser equivocado, principalmente se compararmos com outros países. O Brasil, atualmente, possui cerca de 30.000 km de malha ferroviária, dividida em 15 linhas, espalhados pelos seus diversos estados. Os Estados Unidos, por exemplo, cuja dimensão territorial é semelhante ao Brasil, é líder isolado no ranking de extensão de malha ferroviária, com mais de 216.000 km de linhas férreas. Esse número apresenta uma discrepância muito grande em relação ao tamanho das linhas entre os dois países. Você pode perceber isso observando os seguintes mapas:

Infraestrutura logística
Infraestrutura logística

Falando ainda sobre o setor ferroviário, você pôde ver no mapa que algumas regiões brasileiras tem uma quantidade pequena ou não possuem malhas ferroviárias, principalmente se comparadas às regiões sul e sudeste, que têm abundância de malhas. Além dessa defasagem na divisão das linhas, muitas das malhas ferroviárias brasileiras sofrem com diversos problemas em relação à infraestrutura logística, tanto na estruturação das linhas, composições dos trens, execução dos trajetos e outros fatores. Visto que existem poucas linhas, tornando necessário que uma via percorra trajetos de extremos, os desgastes dos trens, dos trilhos e demais componentes é natural. Além disso, essa longa distância dificulta o escoamento mais efetivo e ágil, aumentando a burocracia e impedindo o crescimento do setor.

Já em relação às rodovias, a longa extensão do território nacional também é um empecilho para a melhoria do setor. O Brasil possui uma quantidade gigantesca de municípios e isso faz com que seja necessária uma enorme quantidade de rodovias para realizar o abastecimento dessas cidades. Infelizmente, a grande maioria das cidades localizadas no interior dos estados são de difícil acesso, visto que a infraestrutura das rodovias ainda são precárias e problemáticas. Segundo apontamentos da CNT, apenas 12,4% das rodovias são pavimentadas, um número que chama bastante a atenção.

Todos esses números que apresentamos são importantes para determinar a fundamentalidade da melhoria da Infraestrutura logística nesses dois setores. Essa é uma área que aborda todos esses pontos apresentados, desde a qualidade da infraestrutura das ferrovias e rodovias, pavimentação, aumento de linhas férreas e construção de novas estradas, entre outros pontos. Muitos municípios e estados do Brasil sofrem com a falta de modais de transporte mais efetivos, o que impede o crescimento dessas regiões e prejudica o avanço econômico do país.

Crescimento dos investimentos

Crescimento dos investimentos

Percebendo que a melhoria da infraestrutura logística é um fator determinante para o crescimento desses modais de transporte, as principais empresas, donas de concessões de linhas ferroviárias e de concessões rodoviárias, bem como os governos federais e estaduais, estão mais interessadas em investir no crescimento dessa área para que os setores tenham condições melhores em um futuro próximo.

Em 2019, foi aprovado um planejamento orçamentário pelo governo que estipulava quase R$8 bilhões destinados ao Ministério da Infraestrutura, responsável pela realização de obras de infraestrutura no país, incluindo a Infraestrutura logística dos setores de transporte, cerca de 8% a mais do que o estipulado no ano anterior. A previsão feita pelo governo é que o setor ferroviário receba mais de R$ 25 bilhões nos próximos cinco anos, um número bastante expressivo que mostra a tentativa de aumentar os investimentos no setor.

Essa expansão e crescimento dos valores destinados à Infraestrutura logística dos transportes de cargas brasileiras pode ser empregada em diversas áreas, como a criação de novas rodovias ou ferrovias, melhoria ou expansão das linhas já existentes, modernização dos veículos de transporte, aplicação de tecnologias nos setores e muito mais. Para exemplificar melhor como novos investimentos vêm surgindo e onde estão sendo utilizados, você pode conferir no link a seguir, onde falamos sobre os investimentos na Ferrovia Norte Sul. 

Conclusão

Podemos perceber ao longo do artigo que a Infraestrutura logística é essencial para que os modais de transporte funcionem de maneira adequada. Visto que essa área ainda é muito mal utilizada aqui e é bastante defasada em relação às outras nações, iniciativas públicas e privadas estão surgindo para que a Infraestrutura logística dos principais modais de transporte do país melhorem suas condições, beneficiando tanto os próprios setores, como municípios, estados e a economia brasileira em geral. 

Fontes:

https://revistamundologistica.com.br/noticias/governo-deve-aumentar-investimento-em-logistica-em-2020

https://www.bloglogistica.com.br/mercado/infografico-a-malha-ferroviaria-brasileira/

https://www.cnt.org.br/agencia-cnt/transporte-numeros-setor-contribui-geracao-empregos

https://www.cnt.org.br/agencia-cnt/somente-12-da-malha-rodoviaria-brasileira-pavimentada

https://www.metro1.com.br/noticias/brasil/55597,mais-de-60-das-cargas-brasileiras-sao-transportadas-em-rodovias

https://bucket-gw-cni-static-cms-si.s3.amazonaws.com/media/filer_public/65/3a/653ac067-f58a-4d73-9434-dc4d464809bf/estudo_transporte_rodoviario_carga.pdf

https://www.maioresemelhores.com/maiores-paises-do-mundo/

Blog IPOG

Deixe seucomentário

pt_BR
en_US es_ES pt_BR